Rádio ao vivo Rádio ao vivo, escute agora

Bom dia Recife

05:00 / 09:00
anitta_noivo_thiago_magalha

“Ela chora, chora muito”, desabafa marido sobre as críticas que Anitta recebe

Data: 30/03/2018 - 16:42

Thiago Magalhães surpreendeu a esposa Anitta e todo o Brasil com um longo texto em homenagem à amada. A cantora  completou 25 anos nesta sexta-feira (30). Em um post emocionado nas redes sociais, o marido da popstar brasileira falou sobre como as críticas a ferem.

“Quem olha para a Anitta em cima de um palco, cantando, interagindo e dançando (e meu Deus, como ela dança), não imagina que, por trás daquela personagem poderosa, existe uma menina (sim, uma menina) chamada Larissa. É essa menina que faz tudo acontecer e que sente a dor de todas essas críticas cruéis. Em vez de se rebelar ou desistir, ela chora, chora muito”, escreveu. O empresário dedicou três posts para deixar a longa declaração no Instagram.

Ele falou ainda sobre como Anitta faz o Brasil brilhar no exterior e o impacto positivo que Anitta tem na vida de seu público. “Ouvi alguns relatos de fãs que fizeram meus olhos se encherem de lágrimas. ( e ainda fazem, enquanto escrevo esse texto) Pessoas que deixaram de cometer suicídio porque viram na Anitta um exemplo; doentes que acharam força nas letras das músicas para concluir seus tratamentos e por aí vai”.

Veja as publicações da declaração de Thiago para Anitta

Diante de tudo que vivo diariamente, esse texto não poderia começar de maneira diferente: Costumo dizer que a gente só crítica aquilo que, de certa forma, nos chama a atenção. O que é indiferente e insignificante, normalmente, passa batido. Deve ser por isso que Anitta é tão criticada em tudo o que faz. É visível que ela atrai os olhares por onde passa. Não importa se o sujeito é um senhor de 80 anos ou uma criança de 5; ele certamente já ouviu falar nesse nome. HOJE, com 25 anos Anitta é o exemplo de que nosso país não está preparado para celebrar os seus ídolos. Comandando a própria carreira há apenas 2 anos e meio, chegou onde poucos artistas brasileiros chegaram. Se conquistar o Brasil em qualquer cenário já é difícil, imagina para alguém que levantou a bandeira de um ritmo periférico e marginalizado, malvisto por toda uma sociedade machista e hipócrita? É, meu amigo… Não deve ter sido fácil, não! Mas ela não arredou o pé nem por um segundo e se manteve firme desde o começo da sua trajetória. Fácil mesmo é criticar a artista, chamá-la disso, daquilo, sem talento e tantos outros adjetivos infundados que, na realidade, só mostram a insatisfação com o sucesso alheio. Queira você ou não, goste você ou não, Anitta mudou o Brasil. Ela mostrou que ninguém é obrigado a acreditar naquela velha história que contam. Se uma pessoa nasceu pobre, numa favela e sem esperança, ainda assim, ela só depende de si para mudar o seu próprio futuro. É claro que é muito mais difícil, mas não é impossível. A minha mulher é a prova viva disso. Iguais à Anitta, existem outras centenas de pessoas, famosas e anônimas, que trilharam o mesmo caminho de dificuldades em busca de seus sonhos e obtiveram sucesso. Sabe o que eles têm em comum? São batalhadores, foram atrás e fizeram acontecer. Simples assim (ou não). São merecedores. O que muitos dos críticos não sabem é a história de cada uma dessas pessoas, o que elas passaram e como fizeram para superar os seus obstáculos. [ continua nos próximos posts]

Uma publicação compartilhada por Thiago Magalhães (@thiago21) em

[Continuação] Quem olha para a Anitta em cima de um palco, cantando, interagindo e dançando (e meu Deus, como ela dança), não imagina que, por trás daquela personagem poderosa, existe uma menina (sim, uma menina) chamada Larissa. É essa menina que faz tudo acontecer e que sente a dor de todas essas críticas cruéis. Em vez de se rebelar ou desistir, ela chora, chora muito. Coloca tudo para fora, se refaz e volta ainda mais forte. Porque a Larissa entende que a Anitta tem mudado muitas vidas e que não seria justo com as pessoas parar agora. Não pense você que é por dinheiro ou por poder. É por amor. Eu pude vivenciar isso bem de perto nos meses que se passaram. Ouvi alguns relatos de fãs que fizeram meus olhos se encherem de lágrimas. ( e ainda fazem, enquanto escrevo esse texto) Pessoas que deixaram de cometer suicídio porque viram na Anitta um exemplo; doentes que acharam força nas letras das músicas para concluir seus tratamentos e por aí vai. Eu vi de tudo. Sabe mais o que eu vi? Vi essa menina ensaiar horas por dia, durante meses, para poder entregar o melhor resultado para o seu público. E, por conta de um descuido do figurino, ser crucificada nacionalmente. Você pensa que ela desistiu? Não. Ela ficou mal, chorou, mas já voltou pensando no próximo passo. Porque ela é assim, ela não desiste. Para deixar bem claro, você não precisa gostar da pessoa, da artista, das canções, de nada! É um direito seu. No entanto, antes de criticar de forma vazia e ofensiva, pare, pense e reflita. Talvez, aquele seu amigo que estava doente tenha arrumado forças na Anitta para estar aí do seu lado hoje. Talvez, o filho que você não tem muito tempo de brincar por conta do trabalho, não tenha ido para o caminho errado por causa dela. Se tudo isso não te fizer repensar, lembra que, por trás da artista, tem a Larissa, que é um ser humano lindo, frágil e que merece todo o respeito do mundo. E se, mesmo assim, você achar que está certo, eu te desafio: faça melhor que ela. E me mostre que estou errado. Serei o primeiro a virar seu fã. Até lá, vamos aceitar que, independente das preferências musicais, Anitta nos representa muito bem no Brasil e no exterior.

Uma publicação compartilhada por Thiago Magalhães (@thiago21) em

Tag:
Comentários